Miley Cyrus mostra parcialmente os seios na Vanity Fair – veja fotos e trechos da entrevista

Miley Cyrus mostra parcialmente os seios na Vanity Fair – veja fotos e trechos da entrevista

Miley Cyrus posou e concedeu uma entrevista exclusiva para a nova edição da revista americana Vanity Fair. A capa foi divulgada nesta quinta (21/2) e traz uma foto dela com os seios parcialmente à mostra, acompanhada da seguinte manchete: “se você acha que sou uma rebelde sem causa, você não está prestando atenção suficiente”.

 

Na entrevista, Miley Cyrus reflete desde o início de sua carreira. “Eu me lembro de tirar minha carteira de motorista e isso ser um grande assunto – que eu estava dirigindo. Era como se minhas conquistas na vida fossem conquistas para a América. Era como se a América fosse um estranho padrinho, sabe? Eu era tão influente na vida das crianças americanas que era como se eu fosse a babá da América. Tipo ‘apenas coloque suas crianças sentadas na minha frente e vou ensiná-las a ser uma boa pessoa’. O que talvez tenha saído pela culatra”.

Hoje em dia, Miley Cyrus considera sua vida muito complexa – muito mais complexa. Ela vem de um incêndio em sua casa em Malibu, onde ficavam todos seus bichos, e um sucessivo casamento com o ator Liam Hemsworth. Para tratar do assunto, ela preferiu escrever um texto para a Vanity Fair e mostrar no início da entrevista. Nesse texto, diz: “meu processo criativo vem de me sentir inspirada pelas experiências da vida, e não pressionada pelos padrões da indústria. Nunca colocarei meu plano antes do da natureza, ou comprometerei o crescimento pessoal para obter vantagem profissional. Dito isso, se é um momento da vida como agora, onde estou publicamente compartilhando minhas histórias, minha música, minha arte, ‘quem eu sou’ se descobra na frente de todos e passamos por tudo isso juntos. Quando as pessoas ouvem minha música, ouvem um fragmento de tempo, algo que sinto ou senti naquele momento. Quando chega aos seus ouvidos, talvez eu possa já ter passado por isso, mas sou o mais sincera com quem eu era naquele exato segundo”.

Essa é uma questão para o público – sua identidade. A Miley de “Bangerz” não é a mesma de “Yonger Now”. Para ela, tudo bem. Já sabe que é assim, mutante. “Eu me surpreendo comigo mesma diante das minhas escolhas. Às vezes penso: ‘por que eu fiz isso? O que me levou a isso? Por quê?'”, confidenciou na entrevista, “eu ficaria feliz de apenas explicar onde estou, mas obviamente no meu relacionamento, como na música, as coisas podem ser contraditórias. Mas, tipo: você conhece minha verdade. Eu também escrevi muito do próximo álbum antes da minha casa ser incendiada e de toda minha vida mudar”.

Fonte: Portal Popline